Aleteia
La fête du jour

Sexta-feira, 15 de setembro
Nossa Senhora das Dores

Invocação Mariana   

Nossa Senhora das Dores

A devo√ß√£o √† Nossa Senhora das Dores tem como ponto de partida as p√°ginas dos evangelhos. A piedade e a devo√ß√£o por Nossa Senhora logo inspiraram em seus devotos um olhar particular voltado para as p√°ginas da Sagrada Escritura, especialmente aquelas em que aparecia a figura da M√£e de Jesus e M√£e nossa. Houve quem individuasse nos relatos b√≠blicos as experi√™ncias de Maria, tanto de suas alegrias como tamb√©m de suas tristezas, ou dores. Para o t√≠tulo mariano de Nossa Senhora das Dores, olhou-se para o evangelho de Lucas, nos relatos ligados ao menino Jesus, e encontrou-se a figura do velho Sime√£o que, al√©m de profetizar sobre o Filho de Maria, preanuncia √† Nossa Senhora as dificuldades que dever√° encontrar, simbolizadas na ‚Äúespada‚ÄĚ que dever√° atravessar seu cora√ß√£o (cf. Lc 2,34-35). A√≠ temos tradicionalmente individuada uma primeira ‚Äúdor‚ÄĚ de Maria. A segunda dor √© entrevista no epis√≥dio da fuga no Egito, para escapar da dura persegui√ß√£o de Herodes (cf. Mt 2,13-21). Sua terceira dor est√° simbolizada pela perda do Menino Jesus no Templo de Jerusal√©m: Jesus havia completado 12 anos e, ao visitarem Jerusal√©m, Maria e Jos√© o perdem e o procuram durante tr√™s dias ao longo da caravana, at√© encontr√°-lo no Templo, em meio aos doutores da Lei (cf. Lc 2, 41-51). A quarta dor de Maria est√° vivamente representada por seu doloroso encontro com Jesus, o Filho querido, agora todo ensanguentado na Via dolorosa: Jesus subindo o Calv√°rio, levando sobre as costas a cruz, encontra sua M√£e ao longo do caminho (cf. Lc 23, 27-31). A quinta dor: Maria aos p√©s da cruz contempla seu Filho crucificado (cf. Jo 19, 25-27). Sua sexta dor √© quando acolhe em seus bra√ßos Jesus que havia morrido na cruz (cf. Mt 27,55-61) e sua s√©tima e √ļltima dor √© quando ela v√™ seu Filho amado ser enterrado no sepulcro, do qual ressuscitar√° depois de tr√™s dias (cf. Mt, 23,57-61).

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração para esta manhã

Adoremos o Cristo Jesus Salvador,
que à sua Paixão quis unir sua Mãe.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Faze, ó Mãe, fonte de amor,
que eu sinta em mim tua dor,
para contigo chorar.

Faze arder meu coração,
partilhar tua paix√£o
e teu Jesus consolar.

√ď santa M√£e, por favor,
faze que as chagas do amor
em mim se venham gravar.

O que Jesus padeceu
venha a sofrer também eu,
causa de tanto penar.

√ď d√°-me, enquanto viver,
com Jesus Cristo sofrer,
contigo sempre chorar!

Quero ficar junto à cruz,
velar contigo a Jesus,
e o teu pranto enxugar.

Quando eu da terra partir,
para o céu posa subir,
e ent√£o contigo reinar.
Salmo                                .................... 62 (63), 2-9.

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minh'alma tem sede de vós,
minha carne também vos deseja,
como terra sedenta e sem √°gua!

Venho, assim, contemplar-vos no templo,
para ver vossa glória e poder.
Vosso amor vale mais do que a vida:
e por isso meus l√°bios vos louvam.

Quero, pois, vos louvar pela vida,
e elevar para vós minhas mãos!
A minh'alma ser√° saciada,
como em grande banquete de festa;
cantar√° a alegria em meus l√°bios,
ao cantar para vós meu louvor!

Penso em vós no meu leito, de noite,
nas vigílias suspiro por vós!
Para mim fostes sempre um socorro;
de vossas asas à sombra eu exulto!
Minha alma se agarra em vós;
com poder vossa m√£o me sustenta.

Glória ao Pai...

Leitura breve                                                         Cl 1,24-25
Alegro-me, agora, de tudo o que j√° sofri por v√≥s e procuro completar na minha pr√≥pria carne o que falta das tribula√ß√Ķes de Cristo, em solidariedade com o seu corpo, isto √©, a Igreja. A ela eu sirvo, exercendo o cargo que Deus me confiou de vos transmitir a palavra de Deus em sua plenitude.

Por vós, Virgem Maria, consigamos a salvação.
Pelas chagas de Jesus.

BENEDICTUS
M√£e das Dores, alegrai-vos, que depois de tantas lutas
estais na glória junto ao Filho e sois Rainha do universo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da m√£o de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abra√£o, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que est√° na remiss√£o de seus pecados;

pela bondade e compaix√£o de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte est√£o sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Celebremos nosso Salvador, que se dignou nascer da Virgem Maria; e peçamos:

R. Senhor, que a vossa Mãe interceda por nós!

Sol de justiça, a quem a Virgem Imaculada precedeu como aurora resplandecente,
‚Äď concedei que caminhemos sempre √† luz da vossa presen√ßa. R.

Palavra eterna do Pai, que escolhestes Maria como arca incorruptível para vossa morada,
‚Äď livrai-nos da corrup√ß√£o do pecado. R.

Salvador do mundo, que tivestes vossa Mãe junto à cruz,
‚Äď concedei-nos, por sua intercess√£o, a gra√ßa de participar generosamente nos vossos sofrimentos. R.

Jesus de bondade, que, pregado na cruz, destes Maria por M√£e a Jo√£o,
‚Äď fazei que vivamos tamb√©m como seus filhos. R.

(Inten√ß√Ķes livres)

Pai nosso ...

Oração
√ď Deus, quando o vosso Filho foi exaltado, quisestes que sua M√£e estivesse de p√© junto √† cruz, sofrendo com ele. Dai √† vossa Igreja, unida a Maria na paix√£o de Cristo, participar da ressurrei√ß√£o do Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Esp√≠rito Santo.

Adoremos o Cristo Jesus Salvador,

que à sua Paixão quis unir sua Mãe.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém

Hino

Faze, ó Mãe, fonte de amor,

que eu sinta em mim tua dor,

para contigo chorar.

Faze arder meu coração,

partilhar tua paix√£o

e teu Jesus consolar.

√ď santa M√£e, por favor,

faze que as chagas do amor

em mim se venham gravar.

O que Jesus padeceu

venha a sofrer também eu,

causa de tanto penar.

√ď d√°-me, enquanto viver,

com Jesus Cristo sofrer,

contigo sempre chorar!

Quero ficar junto à cruz,

velar contigo a Jesus,

e o teu pranto enxugar.

Quando eu da terra partir,

para o céu posa subir,

e ent√£o contigo reinar.

Salmo                                .................... 62 (63), 2-9.

Vigia diante de Deus, quem rejeita as obras das trevas (cf. 1Ts 5,5)

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!

Desde a aurora ansioso vos busco!

A minh'alma tem sede de vós,

minha carne também vos deseja,

como terra sedenta e sem √°gua!

Venho, assim, contemplar-vos no templo,

para ver vossa glória e poder.

Vosso amor vale mais do que a vida:

e por isso meus l√°bios vos louvam.

Quero, pois, vos louvar pela vida,

e elevar para vós minhas mãos!

A minh'alma ser√° saciada,

como em grande banquete de festa;

cantar√° a alegria em meus l√°bios,

ao cantar para vós meu louvor!

Penso em vós no meu leito, de noite,

nas vigílias suspiro por vós!

Para mim fostes sempre um socorro;

de vossas asas à sombra eu exulto!

Minha alma se agarra em vós;

com poder vossa m√£o me sustenta.

Glória ao Pai...

Leitura breve                                                         Cl 1,24-25

Alegro-me, agora, de tudo o que j√° sofri por v√≥s e procuro completar na minha pr√≥pria carne o que falta das tribula√ß√Ķes de Cristo, em solidariedade com o seu corpo, isto √©, a Igreja. A ela eu sirvo, exercendo o cargo que Deus me confiou de vos transmitir a palavra de Deus em sua plenitude.

Por vós, Virgem Maria, consigamos a salvação.

Pelas chagas de Jesus.

BENEDICTUS

M√£e das Dores, alegrai-vos, que depois de tantas lutas

estais na glória junto ao Filho e sois Rainha do universo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da m√£o de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abra√£o, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que est√° na remiss√£o de seus pecados;

pela bondade e compaix√£o de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte est√£o sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces

Celebremos nosso Salvador, que se dignou nascer da Virgem Maria; e peçamos:

  1. Senhor, que a vossa Mãe interceda por nós!

Sol de justiça, a quem a Virgem Imaculada precedeu como aurora resplandecente,

‚Äď concedei que caminhemos sempre √† luz da vossa presen√ßa. R.

Palavra eterna do Pai, que escolhestes Maria como arca incorruptível para vossa morada,

‚Äď livrai-nos da corrup√ß√£o do pecado. R.

Salvador do mundo, que tivestes vossa Mãe junto à cruz,

‚Äď concedei-nos, por sua intercess√£o, a gra√ßa de participar generosamente nos vossos sofrimentos. R.

Jesus de bondade, que, pregado na cruz, destes Maria por M√£e a Jo√£o,

‚Äď fazei que vivamos tamb√©m como seus filhos. R.

(Inten√ß√Ķes livres)

Pai nosso ...

Oração

√ď Deus, quando o vosso Filho foi exaltado, quisestes que sua M√£e estivesse de p√© junto √† cruz, sofrendo com ele. Dai √† vossa Igreja, unida a Maria na paix√£o de Cristo, participar da ressurrei√ß√£o do Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Esp√≠rito Santo.

Meditação do dia

Junto a cruz de Jesus, estava sua M√£e...
Cristo venceu o diabo valendo-se daquilo mesmo com que o diabo havia vencido antes, e o derrotou com as mesmas armas que ele tamb√©m usara antes. Uma virgem, um madeiro e a morte haviam sido o sinal de nossa derrota. Eva era virgem, pois ainda n√£o tinha conhecido homem; o madeiro era uma √°rvore; a morte, o castigo de Ad√£o. Mas eis aqui novamente uma Virgem, um madeiro e a morte: antes um sinal de derrota, agora se convertem em sinal de vit√≥ria. Em lugar de Eva est√° Maria; no lugar da √°rvore da ci√™ncia do bem e do mal, a √°rvore da cruz; no lugar da morte de Ad√£o, a morte de Cristo. Numa √°rvore o diabo fez cair Ad√£o; numa √°rvore Cristo derrotou o diabo. Aquela √°rvore fazia descer √† regi√£o dos mortos; esta, pelo contr√°rio, faz tornar desse lugar aos que haviam descido. A outra √°rvore ocultou a nudez do homem depois de sua ca√≠da; esta, em vez disso, mostrou a todos, elevado no alto, o vencedor, tamb√©m nu. A cruz √© o trof√©u erigido contra os dem√īnios, a espada contra o pecado, a espada com que Cristo atravessou a serpente; a cruz √© a vontade do Pai, a gl√≥ria de seu Filho √ļnico, o j√ļbilo do Esp√≠rito Santo, o ornato dos anjos, a seguran√ßa da Igreja, o motivo do gloriar-se de Paulo, a prote√ß√£o dos santos, a luz todo o mundo.

São João Crisóstomo
Bispo e Doutor da Igreja (349-407).

Oração para esta tarde

Quando clamamos pelo Senhor, logo nos atende;
de todas as ang√ļstias nos liberta!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Virgem M√£e t√£o santa e pura,
vendo eu a tua amargura,
possa contigo chorar.

Que do Cristo eu traga a morte,
sua paix√£o me conforte,
sua cruz possa abraçar!

Em sangue as chagas me lavem
e no meu peito se gravem,
para n√£o mais se apagar.

No julgamento consegue
que às chamas não seja entregue
quem soube em ti se abrigar.

Que a santa cruz me proteja,
que eu vença a dura peleja,
possa do mal triunfar!

Vindo, ó Jesus, minha hora,
por essas dores de agora,
no céu mereça um lugar.
Salmo                                 ........................................ 121(122)

Que alegria, quando ouvi que me disseram:
'Vamos à casa do Senhor!'
E agora nossos pés já se detêm,
Jerusalém, em tuas portas.

Jerusalém, cidade bem edificada
num conjunto harmonioso;
para l√° sobem as tribos de Israel,
as tribos do Senhor.

Para louvar, segundo a lei de Israel,
o nome do Senhor.
A sede da justiça lá está
e o trono de Davi.

Rogai que viva em paz Jerusalém,
e em segurança os que te amam!
Que a paz habite dentro de teus muros,
tranquilidade em teus pal√°cios!

Por amor a meus irm√£os e meus amigos,
peço: 'A paz esteja em ti!'
Pelo amor que tenho à casa do Senhor,
eu te desejo todo bem!

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                         2Tm2,10-12a
Suporto qualquer coisa pelos eleitos, para que eles também alcancem a salvação, que está em Cristo Jesus, com a glória eterna. Merece fé esta palavra: se com ele morremos, com ele viveremos. Se com ele ficamos firmes, com ele reinaremos.

Estava Maria, a Rainha do céu e a Senhora do mundo, junto à Cruz do Senhor.
Quão feliz é aquela que, sem ter morrido, mereceu do martírio a palma da glória.

MAGNIFICAT
Jesus, vendo sua Mãe em pé junto à cruz e o discípulo amado, falou à sua Mãe:
Mulher, eis teu filho! E disse ao discípulo: Eis aqui tua Mãe!

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gera√ß√Ķes h√£o de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abra√£o e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso: Ele quis que Maria, M√£e de seu Filho, fosse celebrada por todas as gera√ß√Ķes. Pe√ßamos humildemente:

R. Cheia de graça, intercedei por nós!

Deus, autor de tantas maravilhas, que fizestes a Imaculada Virgem Maria participar em corpo e alma da glória celeste de Cristo,
‚Äď conduzi para a mesma gl√≥ria os cora√ß√Ķes de vossos filhos e filhas. R.

V√≥s, que nos destes Maria por M√£e, concedei, por sua intercess√£o, sa√ļde aos doentes, consolo aos tristes, perd√£o aos pecadores,
‚Äď e a todos a salva√ß√£o e a paz. R.

Vós, que fizestes de Maria a cheia de graça,
‚Äď concedei a todos a abund√Ęncia da vossa gra√ßa. R.

Fazei, Senhor, que a vossa Igreja seja, na caridade, um só coração e uma só alma,
‚Äď e que todos os fi√©is perseverem un√Ęnimes na ora√ß√£o com Maria, M√£e de Jesus. R.

(inten√ß√Ķes livres)

Vós, que coroastes Maria como rainha do céu,
‚Äď fazei que nossos irm√£os e irm√£s falecidos se alegrem eternamente em vosso reino, na companhia dos santos. R.

Pai nosso...

ANT√ćFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Quando clamamos pelo Senhor, logo nos atende;

de todas as ang√ļstias nos liberta!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém.

Hino

Virgem M√£e t√£o santa e pura,

vendo eu a tua amargura,

possa contigo chorar.

Que do Cristo eu traga a morte,

sua paix√£o me conforte,

sua cruz possa abraçar!

Em sangue as chagas me lavem

e no meu peito se gravem,

para n√£o mais se apagar.

No julgamento consegue

que às chamas não seja entregue

quem soube em ti se abrigar.

Que a santa cruz me proteja,

que eu vença a dura peleja,

possa do mal triunfar!

Vindo, ó Jesus, minha hora,

por essas dores de agora,

no céu mereça um lugar.

Salmo                                 ........................................ 121(122)

Que alegria, quando ouvi que me disseram:

'Vamos à casa do Senhor!'

E agora nossos pés já se detêm,

Jerusalém, em tuas portas.

Jerusalém, cidade bem edificada

num conjunto harmonioso;

para l√° sobem as tribos de Israel,

as tribos do Senhor.

Para louvar, segundo a lei de Israel,

o nome do Senhor.

A sede da justiça lá está

e o trono de Davi.

Rogai que viva em paz Jerusalém,

e em segurança os que te amam!

Que a paz habite dentro de teus muros,

tranquilidade em teus pal√°cios!

Por amor a meus irm√£os e meus amigos,

peço: 'A paz esteja em ti!'

Pelo amor que tenho à casa do Senhor,

eu te desejo todo bem!

Glória ao Pai...

Leitura                                                                                                         2Tm2,10-12a

Suporto qualquer coisa pelos eleitos, para que eles também alcancem a salvação, que está em Cristo Jesus, com a glória eterna. Merece fé esta palavra: se com ele morremos, com ele viveremos. Se com ele ficamos firmes, com ele reinaremos.

Estava Maria, a Rainha do céu e a Senhora do mundo, junto à Cruz do Senhor.

Quão feliz é aquela que, sem ter morrido, mereceu do martírio a palma da glória.

MAGNIFICAT

Jesus, vendo sua Mãe em pé junto à cruz e o discípulo amado, falou à sua Mãe:

Mulher, eis teu filho! E disse ao discípulo: Eis aqui tua Mãe!

A minha alma engrandece ao Senhor

e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;

pois ele viu a pequenez de sua serva,

desde agora as gera√ß√Ķes h√£o de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas

e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,

chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,

dispersou os orgulhosos;

derrubou os poderosos de seus tronos

e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,

e despediu, sem nada, os ricos.

Acolheu Israel, seu servidor,

fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,

em favor de Abra√£o e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces

Proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso: Ele quis que Maria, M√£e de seu Filho, fosse celebrada por todas as gera√ß√Ķes. Pe√ßamos humildemente:

  1. Cheia de graça, intercedei por nós!

Deus, autor de tantas maravilhas, que fizestes a Imaculada Virgem Maria participar em corpo e alma da glória celeste de Cristo,

‚Äď conduzi para a mesma gl√≥ria os cora√ß√Ķes de vossos filhos e filhas. R.

V√≥s, que nos destes Maria por M√£e, concedei, por sua intercess√£o, sa√ļde aos doentes, consolo aos tristes, perd√£o aos pecadores,

‚Äď e a todos a salva√ß√£o e a paz. R.

Vós, que fizestes de Maria a cheia de graça,

‚Äď concedei a todos a abund√Ęncia da vossa gra√ßa. R.

Fazei, Senhor, que a vossa Igreja seja, na caridade, um só coração e uma só alma,

‚Äď e que todos os fi√©is perseverem un√Ęnimes na ora√ß√£o com Maria, M√£e de Jesus. R.

(inten√ß√Ķes livres)

Vós, que coroastes Maria como rainha do céu,

‚Äď fazei que nossos irm√£os e irm√£s falecidos se alegrem eternamente em vosso reino, na companhia dos santos. R.

Pai nosso...

ANT√ćFONA MARIANA

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.

A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.

Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

Evangelho do dia

Naquele tempo, estavam junto à cruz de Jesus sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena.
Ao ver sua M√£e e o disc√≠pulo predileto, Jesus disse a sua M√£e: ¬ęMulher, eis o teu filho¬Ľ.
Depois disse ao disc√≠pulo: ¬ęEis a tua M√£e¬Ľ. E a partir daquela hora, o disc√≠pulo recebeu-a em sua casa.

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement