Aleteia
La fête du jour

Segunda-feira, 9 de outubro
São Dionísio

Bispo e mártir (†III Séc.)

Em vários documentos importantes de meados dos séculos V-VI, São Dionísio é citado. São Gregório de Tours (morto em torno do ano 594), em sua Historia Francorum fala de São Dionísio e de seu martírio. Segundo os relatos, São Dionísio teria chegado na Gália ainda no século I e foi inicialmente identificado com “Dionísio, o areopagita”, que, segundo o livro dos Atos dos Apóstolos, teria sido convertido diretamente por São Paulo. Após vários estudos, essa posição não é mais sustentada pela Igreja - de fato, a memória de São Dionísio, o Areopagita é celebrada no dia 3 de outubro, e o São Dionísio de Paris, no dia 9 de outubro.

O mais provável, portanto, é que São Dionísio de Paris tenha sido um cristão enviado de Roma para a evangelização da Gália, por volta do III século. Terá se tornado o primeiro bispo de Paris, que no século III se chamava Lutécia, e organizou a primeira comunidade cristã da cidade luz. Seu martírio terá ocorrido por volta do ano 270. A iconografia mais tardia, representa São Dionísio com a cabeça decapitada entre suas mãos: essa imagem seria fruto da lenda em torno do santo que, mesmo tendo a cabeça decapitada em seu martírio, seu corpo teria se abaixado e, tendo tomado a cabeça em suas próprias mãos, se dirigiu, caminhando, para o local de sua sepultura . Após o século VIII ele é também representado junto com Eleutério e Rústico, seus dois prováveis companheiros de martírio.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Caminhemos com louvores ao encontro do Senhor.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Clarão da glória do Pai,
ó Luz, que a Luz origina,
sois Luz da Luz, fonte viva,
sois Luz que ao dia ilumina.

Brilhai, ó Sol verdadeiro,
com vosso imenso esplendor,
e dentro em nós derramai
do Santo Espírito o fulgor.

Também ao Pai suplicamos,
ao Pai a glória imortal,
ao Pai da graça potente,
que a nós preserve do mal.

Na luta fortes nos guarde
vencendo o anjo inimigo.
Nas quedas, dê-nos a graça,
de nós afaste o perigo.

As nossas mentes governe
num corpo casto e sadio.
A nossa fé seja ardente,
e não conheça desvio.

O nosso pão seja o Cristo,
e a fé nos seja a bebida.
O Santo Espírito bebamos
nas fontes puras da vida.

Alegre passe este dia,
tão puro quanto o arrebol.
A fé, qual luz cintilante,
refulja em nós como o sol.

A aurora em si traz o dia.
Vós, como aurora, brilhai:
ó Pai, vós todo no Filho,
e vós, ó Verbo, no Pai.

Cântico Is 2,2-5

Todas as nações virão prostrar-se diante de ti (Ap 15,4).

Eis que vai acontecer no fim dos tempos,
que o monte onde está a casa do Senhor
será erguido muito acima de outros montes,
e elevado bem mais alto que as colinas.

Para ele a correrão todas as gentes,
muitos povos chegarão ali dizendo:
'Vinde, subamos a montanha do Senhor,
vamos à casa do Senhor Deus de Israel,

para que ele nos ensine seus caminhos,
e trilhemos todos nós suas veredas.
Pois de Sião a sua Lei há de sair,
Jerusalém espalhará sua Palavra'.

Será ele o Juiz entre as nações
e o árbitro de povos numerosos.
Das espadas farão relhas de arado
e das lanças forjarão as suas foices.

Uma nação não se armará mais contra a outra,
nem haverão de exercitar-se para a guerra.
Vinde, ó casa de Jacó, vinde, achegai-vos,
caminhemos sob a luz do nosso Deus!

Glória ao Pai...

Leitura breve ............................. ....Tg 2,12-13
Falai e procedei como pessoas que vão ser julgadas pela Lei da liberdade. Pensai bem: O juízo vai ser sem misericórdia para quem não praticou misericórdia; a misericórdia, porém, triunfa do juízo.

O Senhor seja bendito, bendito seja eternamente!
Só o Senhor faz maravilhas.

BENEDICTUS
Bendito seja o Senhor nosso Deus!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Roguemos a Deus Pai, que colocou os seres humanos no mundo para trabalharem em harmonia para sua glória; e peçamos com fervor:

R. Senhor, ouvi-nos, para louvor da vossa glória!

Deus, Criador do universo, nós vos bendizemos por tantos bens da criação que nos destes,
– e pela vida que nos conservastes até este dia. R.

Olhai para nós ao iniciarmos o trabalho cotidiano,
– para que, colaborando na vossa obra, tudo façamos de acordo com a vossa vontade. R.

Fazei que o nosso trabalho de hoje seja proveitoso para os nossos irmãos e irmãs,
– a fim de que todos juntos construamos uma sociedade mais justa e fraterna aos vossos olhos. R.

A nós e a todos os que neste dia se encontrarem conosco,
– concedei a vossa alegria e vossa paz. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Senhor nosso Deus, Rei do céu e da terra, dirigi e santificai nossos corações e nossos corpos, nossos sentimentos, palavras e ações, na fidelidade à vossa lei e na obediência à vossa vontade, para que, hoje e sempre, por vós auxiliados, alcancemos a liberdade e a salvação. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação

Quem é meu próximo?

Segundo um texto antigo, que interpreta a parábola do bom samaritano, o homem que descia de Jerusalém até Jericó representa Adão; Jerusalém, o paraíso; Jericó, o mundo; os bandidos, as forças hostis; o sacerdote, a Lei; o levita, os profetas; o samaritano, Cristo. Por outro lado, as feridas simbolizam a desobediência; a cavalgadura, o corpo do Senhor... e a promessa de regresso feita pelo samaritano, conforme esse intérprete, prefigura a segunda vinda de Cristo. Esse Samaritano carrega os nossos pecados e sofre por nós. Carrega um moribundo e o leva até uma pensão, ou seja, até a Igreja. Ela está aberta a todos, não rejeita em dar sua ajuda a ninguém, e Jesus convida a todos: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei”. O Samaritano, depois de ter levado até a pensão o ferido, não vai embora imediatamente: permanece aí todo o dia, próximo ao moribundo. Cura suas feridas não apenas durante o dia, mas também durante a noite, envolvendo-o com todo tipo de desvelos... Verdadeiramente esse guardião das almas se mostrou muito mais próximo e cuidadoso com os homens que a Lei e os profetas, dando provas de bondade para com aquele que havia caído em mãos de alguns bandidos e se comportou, muito mais em atos do que em palavras, como próximo.

Orígenes
Asceta e teólogo (185?-253).

Oração da tarde

Senhor, de coração nós vos agradecemos,
pois atendestes às palavras de nossa boca.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Ó Deus, organizando
o líquido elemento,
as águas dividistes
firmando o firmamento.

As nuvens fazem sombra,
os rios dão frescor;
assim tempera a água,
dos astros o calor.

Em nós vertei a graça,
a água benfazeja;
do fogo das paixões,
constante, nos proteja.

Que a fé encontre a luz
e espalhe o seu clarão;
que nada impeça a alma
no impulso da ascensão!

Ao Pai e ao Filho, glória;
ao Espírito também:
louvor, honra e vitória
agora e sempre. Amém.
Salmo ..................... 123(124)

O Senhor disse a Paulo: Não tenhas medo, porque eu estou contigo (At 18,9-10).

Se o Senhor não estivesse ao nosso lado,
que o diga Israel neste momento;
se o Senhor não estivesse ao nosso lado,
quando os homens investiram contra nós,
com certeza nos teriam devorado
no furor de sua ira contra nós.

então as águas nos teriam submergido,
a correnteza nos teria arrastado,
e então, por sobre nós teriam passado
essas águas sempre mais impetuosas.
Bendito seja o Senhor, que não deixou
cairmos como presa de seus dentes!

Nossa alma como um pássaro escapou
do laço que lhe armara o caçador;
o laço arrebentou-se de repente,
e assim nós conseguimos libertar-nos.
O nosso auxílio está no nome do Senhor,
do Senhor que fez o céu e fez a terra!

Glória ao Pai...

Leitura Tg 4, 11-12
Não faleis mal dos outros, irmãos. Quem fala mal de seu irmão ou o julga, fala mal da Lei e julga-a. Ora, se julgas a Lei, não és cumpridor da Lei, mas sim, seu juiz. Um só é o legislador e juiz: aquele que é capaz de salvar e de fazer perecer. Tu, porém, quem és, para julgares o teu próximo?

Curai-me, Senhor, pois pequei contra vós.
Eu vos digo: Meu Deus, tende pena de mim!

MAGNIFICAT
A minh'alma engrandece o Senhor,
porque olhou para a minha humildade.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Jesus Cristo quer salvar todos os seres humanos; por isso o invoquemos de coração sincero; e digamos:

R. Atraí, Senhor, todas as coisas para vós!

Bendito sejais, Senhor, porque nos libertastes da escravidão do pecado pelo vosso sangue precioso;
– tornai-nos participantes da gloriosa liberdade dos filhos de Deus. R.

Concedei a vossa graça ao nosso bispo N. e a todos os bispos da Igreja,
– para que administrem os vossos mistérios com alegria e fervor. R.

Fazei que todos aqueles que se dedicam à busca da verdade possam encontrá-la,
– e, encontrando-a, se esforcem por buscá-la sempre mais. R.

Assisti, Senhor, os órfãos, as viúvas e todos os que vivem abandonados,
– para que, sentindo-vos próximo deles, unam-se mais plenamente a vós. R.

(Intenções livres)

Recebei com bondade na Jerusalém celeste os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida,
– onde vós, com o Pai e o Espírito Santo, sereis tudo em todos. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo S. Lucas 10,25-37.
Naquele tempo, levantou-se um doutor da lei e perguntou a Jesus para O experimentar: «Mestre, que hei de fazer para receber como herança a vida eterna?».
Jesus disse-lhe: «Que está escrito na lei? Como lês tu?».
Ele respondeu: «Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma, com todas as tuas forças e com todo o teu entendimento; e ao próximo como a ti mesmo».
Disse-lhe Jesus: «Respondeste bem. Faz isso e viverás».
Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: «E quem é o meu próximo?».
Jesus, tomando a palavra, disse: «Um homem descia de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos dos salteadores. Roubaram-lhe tudo o que levava, espancaram-no e foram-se embora, deixando-o meio morto.
Por coincidência, descia pelo mesmo caminho um sacerdote; viu-o e passou adiante.
Do mesmo modo, um levita que vinha por aquele lugar, viu-o e passou também adiante.
Mas um samaritano, que ia de viagem, passou junto dele e, ao vê-lo, encheu-se de compaixão.
Aproximou-se, ligou-lhe as feridas deitando azeite e vinho, colocou-o sobre a sua própria montada, levou-o para uma estalagem e cuidou dele.
No dia seguinte, tirou duas moedas, deu-as ao estalajadeiro e disse: ‘Trata bem dele; e o que gastares a mais eu to pagarei quando voltar’.
Qual destes três te parece ter sido o próximo daquele homem que caiu nas mãos dos salteadores?».
O doutor da lei respondeu: «O que teve compaixão dele». Disse-lhe Jesus: «Então vai e faz o mesmo».

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement