Aleteia
La fête du jour

Segunda-feira, 25 de setembro
São Cléofas

Discípulo do Senhor

Em 28 de outubro de 1552 nasceu Simão de Rojas, em Valladolid, Castela (Espanha), filhos de uma fervoroso casal de cristãos. Constança, sua mãe, que instilou e fez brotar na alma de Simão o amor à Virgem Maria sempre foi devota de Nossa Senhora, juntamente com seu marido Gregório. Diz a lenda que Simão, quando pronunciou suas primeiras palavras tardiamente aos 14 meses, de maneira um pouco gaguejante, disse: “Ave Maria”. Era a oração que escutava constantemente entre seus pais.
Em 1564 entrou na Ordem trinitária, e doze anos depois emitiu seus votos religiosos em 28 de outubro de 1572. Estudou filosofia e teologia na universidade de Salamanca de 1573 a 1579. Em 1579 recebeu a ordenação sacerdotal e foi mandado para o convento de Toledo, onde ensinou filosofia e teologia de 1581 até a1587. Dentre seus alunos estava João Batista Rico, que se tornaria reformador da Ordem Trinitária. A partir de 1587 exerceu o ofício de superior conventual em diferentes conventos de sua província; foi também convidado a ser visitador apostólico duas vezes: na Província de Castela e na de Andaluzia e ministro provincial.
Foi requisitado pelo rei Filipe II para morar em Madri, onde viveu a partir de 1600. Tornou-se preceptor dos Infantes da Realeza Espanhola e confessor da rainha Isabel de Bourbon.
Simão de Rojas estava convencido que para todos serem de Deus como Maria, era preciso tornar-se seus servos, por isso instituiu em 1612 a Congregação dos Escravos do Docíssimo Nome de Maria. Para ele, ser escravo de Maria indicava uma pertença total a ela: “Totus tuus”, para unir-se mais intimamente com Cristo e, nele, pelo Espírito, com o Pai. A Congregação por ele fundada tinha caráter laico: podiam ingressar pessoas de todas as classes sociais. Os nobres, incluindo o rei e seus filhos, prometeram honrar Maria, auxiliando maternalmente seus filhos favoritos: os pobres. Seu trabalho ainda hoje existe na Espanha. Aquele que é considerado um dos maiores contemplativos de seu tempo, em sua obra: “A oração e sua grandeza” mostra que a dimensão ativa deve ser unida à dimensão contemplativa: as obras de misericórdia. Fiel ao carisma trinitário, promoveu o resgate de escravos, atendeu às muitas necessidades de necessitados, consolou os enfermos, desamparados e marginalizados de todos os tipos. Quando exerceu funções na Corte, fez com que fosse condição para continuar a se dedicar aos “seus” pobres, aos quais ajudava de mil maneiras.
Mandou imprimir milhares de imagens da Santíssima Virgem com a inscrição: “Ave Maria”, enviando-as também para o estrangeiro. Ele possuía coroas de rosário confeccionadas com 72 contas azuis em um cordão branco, símbolos da Assunção e da Imaculada Conceição, em memória, segundo a crença da época, aos 72 anos de vida de Maria e as espalhou por toda parte, inclusive na Inglaterra. Usando sua influência na Corte, ele teve a saudação angelical tão cara a ele gravada em letras douradas na fachada do palácio real de Madri: “Ave, Maria”.
Após sua morte em 29 de setembro de 1624, as honras fúnebres que lhe foram conferidas assumiram a aparência de uma canonização precoce. Durante 12 dias, os oratórios mais frequentados de Madri exaltaram as suas virtudes e santidade.
Impressionado pela veneração unânime que tributavam a Simão de Rojas, o Núncio Apostólico, alguns dias depois de sua morte, mandou que começassem os processos preliminares à sua beatificação. Clemente XII, em 25 de março de 1735 reconheceu a heroicidade de suas virtudes e Clemente XIII o beatificou em 19 de maio de 1766.
Enfim, no dia 3 de julho de 1988, o papa São João Paulo II incluiu no rol dos santos este grande servo de Maria e pai dos pobres.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

℣. O Dio, vieni a salvarmi.

℟. Signore, vieni presto in mio aiuto.

Gloria al Padre e al Figlio
e allo Spirito Santo.

Come era nel principio, e ora e sempre
nei secoli dei secoli. Amen. Alleluia.

Inno

O immenso creatore,
che all'impeto dei flutti
segnasti il corso e il limite
nell'armonia del cosmo,

tu all'aspre solitudini
della terra assetata
donasti il refrigerio
dei torrenti e dei mari.

Irriga, o Padre buono,
i deserti dell'anima
coi fiumi di acqua viva
che sgorgano dal Cristo.

Ascolta, o Padre altissimo,
tu che regni nei secoli
con il Cristo tuo Figlio
e lo Spirito santo. Amen.

1a antifona

Lodiamo il Signore nostro Dio:
eterna è la sua misericordia.

SALMO 135, 1-9 (I)
Inno pasquale

Narrare le gesta del Signore significa lodarlo (Cassiano).

Lodate il Signore perché è buono: *
eterna è la sua misericordia.

Lodate il Dio degli dèi: *
eterna è la sua misericordia.

Lodate il Signore dei signori: *
eterna è la sua misericordia.

Egli solo ha compiuto meraviglie: *
eterna è la sua misericordia.

Ha creato i cieli con sapienza: *
eterna è la sua misericordia.

Ha stabilito la terra sulle acque: *
eterna è la sua misericordia.

Ha fatto i grandi luminari: *
eterna è la sua misericordia.

Il sole per regolare il giorno: *
eterna è la sua misericordia;

la luna e le stelle per regolare la notte: *
eterna è la sua misericordia.

Gloria al Padre e al Figlio *
e allo Spirito Santo.
Come era nel principio, e ora e sempre *
nei secoli dei secoli. Amen.

1a antifona

Lodiamo il Signore nostro Dio:
eterna è la sua misericordia.

2a antifona

Grandi meravigliose le tue opere
Signore onnipotente!

Salmo 135, 10-26 (II)
Rendimento di grazie per la salvezza operata da Dio

Tutto è stato fatto per mezzo del Verbo e senza di lui niente è stato fatto di tutto ciò che esiste (cfr. Gv 1, 3).

Percosse l'Egitto nei suoi primogeniti: *
eterna è la sua misericordia.

Da loro liberò Israele: *
eterna è la sua misericordia;

con mano potente e braccio teso: *
eterna è la sua misericordia.

Divise il mar Rosso in due parti: *
eterna è la sua misericordia.

In mezzo fece passare Israele: *
eterna è la sua misericordia.

Travolse il faraone e il suo esercito nel mar Rosso: *
eterna è la sua misericordia.

Guidò il suo popolo nel deserto: *
eterna è la sua misericordia.

Percosse grandi sovrani: *
eterna è la sua misericordia.

Uccise re potenti: *
eterna è la sua misericordia.

Seon, re degli Amorrei: *
eterna è la sua misericordia.

Og, re di Basan: *
eterna è la sua misericordia.

Diede in eredità il loro paese: *
eterna è la sua misericordia.

In eredità a Israele suo servo: *
eterna è la sua misericordia.

Nella nostra umiliazione si è ricordato di noi: *
eterna è la sua misericordia;

ci ha liberati dai nostri nemici: *
eterna è la sua misericordia.

Egli dà il cibo ad ogni vivente: *
eterna è la sua misericordia.

Lodate il Dio del cielo: *
eterna è la sua misericordia.

Gloria al Padre e al Figlio *
e allo Spirito Santo.
Come era nel principio, e ora e sempre *
nei secoli dei secoli. Amen.

2a antifona

Grandi meravigliose le tue opere
Signore onnipotente!

3a antifona

Ora si compie il disegno del Padre:
fare di Cristo il cuore del mondo.

CANTICO Ef 1, 3-10
Dio salvatore

Padre del Signore nostro Gesù Cristo, *
che ci ha benedetti
con ogni benedizione spirituale nei cieli, in Cristo.

In lui ci ha scelti *
prima della creazione del mondo,
per trovarci, al suo cospetto, *
santi e immacolati nell'amore.

Ci ha predestinati *
a essere suoi figli adottivi
per opera di Gesù Cristo, *
secondo il beneplacito del suo volere,

a lode e gloria
della sua grazia, *
che ci ha dato
nel suo Figlio diletto.

In lui abbiamo la redenzione
mediante il suo sangue, *
la remissione dei peccati
secondo la ricchezza della sua grazia.

Dio l'ha abbondantemente riversata su di noi
con ogni sapienza e intelligenza, *
poiché egli ci ha fatto conoscere
il mistero del suo volere,

il disegno di ricapitolare in Cristo
tutte le cose, *
quelle del cielo
come quelle della terra.

Nella sua benevolenza
lo aveva in lui prestabilito *
per realizzarlo
nella pienezza dei tempi.

Gloria al Padre e al Figlio *
e allo Spirito Santo.
Come era nel principio, e ora e sempre *
nei secoli dei secoli. Amen.

3a antifona

Ora si compie il disegno del Padre:
fare di Cristo il cuore del mondo.

Meditação

Felizes os de puro coração,
porque eles haverão de ver a Deus.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém

Oração da tarde

Por vossa bondade, salvai-me, Senhor!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Ó Deus, organizando
o líquido elemento,
as águas dividistes
firmando o firmamento.

As nuvens fazem sombra,
os rios dão frescor;
assim tempera a água,
dos astros o calor.

Em nós vertei a graça,
a água benfazeja;
do fogo das paixões,
constante, nos proteja.

Que a fé encontre a luz
e espalhe o seu clarão;
que nada impeça a alma
no impulso da ascensão!

Ao Pai e ao Filho, glória;
ao Espírito também:
louvor, honra e vitória
agora e sempre. Amém.
Salmo.........................................................................................10(11) Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados (Mt 5,6).

No Senhor encontro abrigo;
como, então, podeis dizer-me:
'Voa aos montes, passarinho!

Eis os ímpios de arcos tensos,
pondo as flechas sobre as cordas,
e alvejando em meio à noite
os de reto coração!

Quando os próprios fundamentos
do universo se abalaram,
o que pode ainda o justo?'

Deus está no templo santo,
e no céu tem o seu trono;
volta os olhos para o mundo,
seu olhar penetra os homens.

Examina o justo e o ímpio,
e detesta o que ama o mal.
Sobre os maus fará chover
fogo, enxofre e vento ardente,
como parte de seu cálice.

Porque justo é nosso Deus,
o Senhor ama a justiça.
Quem tem reto coração
há de ver a sua face.

Glória ao Pai...

Leitura breve Cl 1,9b-11
Que chegueis a conhecer plenamente a vontade de Deus, com toda a sabedoria e como discernimento da luz do Espírito. Pois deveis levar uma vida digna do Senhor, para lhe serdes agradáveis em tudo. Deveis produzir frutos em toda a boa obra e crescer no conhecimento de Deus, animados de muita força, pelo poder de sua glória, de muita paciência e constância, com alegria.

Curai-me, Senhor, pois pequei contra vós.
Meu Deus, tende piedade de mim!

MAGNIFICAT
A minh’alma engrandece o Senhor, porque olhou para a minha humildade.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Demos graças a Deus Pai que, lembrando a sua aliança, não cessa de nos fazer o bem. Cheios de confiança, elevemos a ele nossa oração, dizendo:

R. Dai-nos, Senhor, vossos bens com fartura!

Salvai, Senhor, o vosso povo,
abençoai a vossa herança. R.

Congregai na unidade os que têm o nome de cristãos,
para que o mundo acredite em Cristo, o Salvador que nos enviastes. R.

Concedei a vossa graça a todos os nossos amigos e conhecidos,
para que em toda parte deem o testemunho de Cristo. R.

Manifestai o vosso amor aos agonizantes,
e dai-lhes a vossa salvação. R.
(Intenções livres)

Pai nosso ...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo S. Lucas 8,16-18.
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «Ninguém acende uma lâmpada para a cobrir com uma vasilha ou a colocar debaixo da cama, mas coloca-a num candelabro, para que os que entram vejam a luz.
Não há nada oculto que não se torne manifesto, nem secreto que não seja conhecido à luz do dia.
Portanto, tende cuidado com a maneira como ouvis. Pois àquele que tem, dar-se-á; mas àquele que não tem, até o que julga ter lhe será tirado».

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement