Aleteia
La fête du jour

Segunda-feira, 10 de julho
Santas Rufina e Segunda

Mártires (†260)

Santa Rufina e santa Segunda foram duas mártires da igreja romana. Conheceram o martírio nos tempos de Valeriano e Galiano; segundo a tradição, eram irmãs e noivas de dois jovens cristãos. Conforme as narrativas que chegaram até nós, durantes as terríveis perseguições infligidas aos cristãos, seus noivos, para escapar da morte certa, renegaram sua fé no Cristo. Diante do grave pecado dos dois, Rufina e Segunda fizeram votos de virgindade perpétua. A partir daí, os jovens tentam dissuadi-las dos votos e buscam induzi-las à apostasia, isto é, à negação da fé, para que pudessem continuar o noivado. Diante da negativa das duas, os noivos, inconformados, procuraram as autoridades romanas e as delataram. Por serem cristãs, elas foram levadas ao tribunal e passaram por interrogatórios. Durante o processo, foram instadas a abandonar a fé cristã, do contrário seriam condenadas à morte. Elas se mantiveram firmes. O Prefeito não vê alternativa senão condená-las à pena capital. Rufina foi levada para a decapitação sumária, enquanto que Segunda teve pior sorte: foi espancada até a morte. Conforme o uso dos romanos, os corpos das condenadas foram abandonados para que as bestas ferozes pudessem se alimentar. Uma matrona romana, chamada Plautilla, após ter sonhado com as duas mártires, movida por piedade, recolheu os corpos e deu-lhes digna sepultura. Posteriormente, no IV século, o papa Júlio I (†353) manda edificar sobre o túmulo das mártires uma igreja. No século XII, o papa Anastácio IV (†1154) manda transferir os seus corpos para o Batistério Lateranense, onde repousam até hoje.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Exultemos de alegria no Senhor e com cantos de alegria o celebremos!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Doador da luz esplêndida,
pelo vosso resplendor,
ao passar da noite o tempo,
surge o dia em seu fulgor.

Verdadeira Estrela d’alva,
não aquela que anuncia
de outro astro a luz chegando
e a seu brilho se anuvia,

mas aquela luminosa,
mais que o sol em seu clarão,
mais que a luz e mais que o dia,
aclarando o coração.

Casta, a mente vença tudo,
que os sentidos pedem tanto;
vosso Espírito guarde puro
nosso corpo, templo santo.

A vós, Cristo, Rei clemente,
e a Deus Pai, Eterno Bem,
com o Espírito Paráclito,
honra e glória eterna. Amém.

Salmo ...................................... 41 (42)

Quem tem sede, venha, e quem quiser, receba, de graça, a água da vida (Ap 22,17).

– Assim como a corça suspira
pelas águas correntes,
– suspira igualmente minh’alma
por vós, ó meu Deus!

– Minha alma tem sede de Deus,
e deseja o Deus vivo.
– Quando terei a alegria de ver
a face de Deus?

– O meu pranto é o meu alimento
de dia e de noite,
– enquanto insistentes repetem:
'Onde está o teu Deus?'

– Recordo saudoso o tempo
em que ia com o povo.
– Peregrino e feliz caminhando
para a casa de Deus,
– entre gritos, louvor e alegria
da multidão jubilosa.

– Por que te entristeces, minh’alma,
a gemer no meu peito?
– Espera em Deus! Louvarei novamente
o meu Deus Salvador!

– Minh’alma está agora abatida,
e então penso em vós,
– do Jordão e das terras do Hermon
e do monte Misar.

– Como o abismo atrai outro abismo,
ao fragor das cascatas,
– vossas ondas e vossas torrentes
sobre mim se lançaram.

– Que o Senhor me conceda de dia
sua graça benigna
– e de noite, cantando, eu bendigo
ao meu Deus, minha vida.

– Digo a Deus: 'Vós que sois meu amparo,
por que me esqueceis?
– Por que ando tão triste e abatido *
pela opressão do inimigo?'

– Os meus ossos se quebram de dor,
ao insultar-me o inimigo;
– ao dizer cada dia de novo:
'Onde está o teu Deus?'

– Por que te entristeces, minh’alma,
a gemer no meu peito?
– Espera em Deus! Louvarei novamente
o meu Deus Salvador!

Glória ao Pai...

Leitura breve Jr 15,16
Quando encontrei tuas palavras, alimentei-me; elas se tornaram para mim uma delícia e a alegria do coração, o modo como invocar teu nome sobre mim, Senhor Deus dos exércitos.

Ó justos, alegrai-vos no Senhor, aos retos fica bem glorificá-lo!
Cantai para o Senhor um canto novo.

BENEDICTUS
Bendito seja o Senhor Deus,
que visitou e libertou a nós que somos o seu povo.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Demos graças a nosso Salvador, que fez de nós um povo de reis e sacerdotes para oferecermos sacrifícios agradáveis a Deus. Por isso o invoquemos:

R. Conservai-nos, Senhor, em vosso serviço!

Cristo, sacerdote eterno, que nos tornastes participantes do vosso sacerdócio santo,
– ensinai-nos a oferecer sempre sacrifícios espirituais agradáveis a Deus. R.

Dai-nos os frutos do vosso Espírito:
– paciência, bondade, mansidão. R.

Fazei que vos amemos acima de todas as coisas e pratiquemos o bem,
– para que nossas obras vos glorifiquem. R.

Ajudai-nos a procurar sempre o bem dos nossos irmãos e irmãs,
– para que eles alcancem mais facilmente a salvação. R.

(Intenções livres)
Pai nosso ...

Oração
Senhor Deus todo-poderoso, que nos fizestes chegar ao começo deste dia, salvai-nos hoje com o vosso poder, para não cairmos em nenhum pecado e fazermos sempre a vossa vontade em nossos pensamentos, palavras e ações. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação

Ela não morreu, está dormindo...

Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e aquele que esteja vivo e creia em mim, jamais morrerá. O que quer dizer isso? Que ele vive, pois Cristo não é Deus de mortos, mas de vivos. Crê, pois, para quando morreres, viveres! Mas se não crês, ainda que estejas vivo, na realidade estás morto! De onde vem a morte da alma? Vem de a fé não estar mais nela. Portanto, a alma de tua alma é a fé. Aquele que tem fé, diz o Senhor, quando morrer em seu corpo, terá a vida em sua alma, até que seu corpo mesmo ressuscite para não morrer jamais. E quem vive em seu corpo, e crê em mim, deve morrer por um tempo em seu corpo, mas não morrerá para a eternidade, pela vida do Espírito e pela imortalidade que lhe trará a ressurreição.

Santo Agostinho
Padre da Igreja e Bispo de Hipona (354-430)

Oração da tarde

O nosso auxílio está no nome do Senhor, que fez o céu e a terra!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Fonte da luz, da luz origem,
as nossas preces escutai:
da culpa as trevas expulsando,
com vossa luz nos clareai.

Durante a faina deste dia
nos protegeu o vosso olhar.
De coração vos damos graças
em todo tempo e lugar.

Se o pôr do sol nos trouxe as trevas,
outro sol fulge, coruscante,
e envolve até os próprios anjos
com o seu brilho radiante.

Todas as culpas deste dia
apague o Cristo bom e manso,
e resplandeça o coração
durante as horas do descanso.

Glória a vós, Pai, louvor ao Filho,
poder ao Espírito também.
No resplendor do vosso brilho,
regeis o céu e a terra. Amém.

Salmo 44(45) II

O noivo está chegando. Ide ao seu encontro! (Mt 25,6).

Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:
‘Esquecei vosso povo e a casa paterna!
– Que o Rei se encante com vossa beleza!
Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

– O povo de Tiro vos traz seus presentes,
os grandes do povo vos pedem favores.
– Majestosa, a princesa real vem chegando,
vestida de ricos brocados de ouro.

– Em vestes vistosas ao Rei se dirige,
e as virgens amigas lhe formam cortejo;
– entre cantos de festa e com grande alegria,
ingressam, então, no palácio real’.

– Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos;
fareis deles os reis soberanos da terra.
– Cantarei vosso nome de idade em idade,
para sempre haverão de louvar-vos os povos!

Glória ao Pai...

Leitura breve 1Ts 2,13
Agradecemos a Deus sem cessar por vós terdes acolhido a pregação da palavra de Deus, não como palavra humana, mas como aquilo que de fato é: Palavra de Deus, que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé.

Ó Senhor, suba à vossa presença a minha oração, como incenso.
Minhas mãos como oferta da tarde.

MAGNIFICAT
A minh’alma vos engrandeça
eternamente, Senhor meu Deus.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Louvemos a Jesus Cristo, que alimenta e fortalece a sua Igreja. Oremos cheios de confiança, dizendo:

R. Ouvi, Senhor, a oração do vosso povo!

Senhor Jesus, fazei que todos os homens se salvem,
– e cheguem ao conhecimento da verdade. R.

Protegei o Santo Padre, o Papa Francisco e o nosso bispo N.;
– ajudai-os com o vosso poder. R.

Favorecei os que procuram trabalho justo e estável,
– para que vivam felizes e tranquilos. R.

Sede, Senhor, o refúgio dos pobres e oprimidos,
– ajudai-os na tribulação. R.

(Intenções livres)

Nós vos recomendamos aqueles que durante a vida exerceram o ministério sagrado,
– para que vos louvem eternamente no céu. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho

Evangelho segundo S. Mateus 9,18-26.
Naquele tempo, estava Jesus a falar aos seus discípulos, quando um chefe se aproximou e se prostrou diante d’Ele, dizendo: «A minha filha acaba de falecer. Mas vem impor a mão sobre ela e viverá».
Jesus levantou-Se e acompanhou-o com os discípulos.
Entretanto, uma mulher que sofria um fluxo de sangue havia doze anos, aproximou-se por detrás d’Ele e tocou-Lhe na fímbria do manto,
pensando consigo: «Se eu ao menos Lhe tocar no manto, ficarei curada».
Mas Jesus voltou-Se e, ao vê-la, disse-lhe: «Tem confiança, minha filha. A tua fé te salvou». E a partir daquele momento a mulher ficou curada.
Ao chegar a casa do chefe e ao ver os tocadores de flauta e a multidão em grande alvoroço,
Jesus disse-lhes: «Retirai-vos, porque a menina não morreu; está a dormir». Riram-se d’Ele.
Mas quando mandou sair a multidão, Jesus entrou, tomou a menina pela mão e ela levantou-se.
E a notícia divulgou-se por toda aquela terra.

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement