Aleteia
La fête du jour

Sábado, 24 de junho
São João Batista

Percussor do Cristo (†32)

 

Como se sabe, São João Batista era filho de Zacarias e de Isabel. Zacarias, conforme o relato do evangelista Lucas, era de estirpe sacerdotal. O nome “Zacarias” vem provavelmente de uma raiz hebraica que remete ao verbo “recordar”. Considerava-se, à época de Zacarias, que os céus haviam se fechado e que toda profecia havia cessado depois de Elias, o grande profeta do Antigo Testamento. Parecia que Deus havia se “esquecido” de seu povo. No episódio de Zacarias a verdade vem à tona: Deus se “recorda” de seu povo se mostra favorável. Os céus “se abrem”: a visão do Arcanjo Gabriel mostra claramente que Deus não abandonou o seu povo, mas intervém salvando. De fato, no cântico do “Benedictus”, Zacarias afirma que Deus “lembrou de sua Santa Aliança, do juramento que fizera ao nosso Pai Abraão”. Visitando Zacarias e Isabel, Deus age na história desse casal enviando um sinal salvífico: Isabel, estéril e idosa, haverá de conceber um menino de nome João (cujo nome pode significar “Deus mostrou favor”). O menino, cumprindo a expectativa do povo judeu, será o precursor esperado do Messias, do momento que agirá no mesmo espírito de Elias. Ele “preparará os caminhos” de Jesus batizando-o no rio Jordão. Seguindo a tradição dos profetas judaicos, João dará seu último testemunho derramando seu sangue: em virtude de sua clareza e de seu destemor em denunciar a Palavra perante o rei Herodes, este manda decapitá-lo. No Brasil, sua devoção é muito sentida, sendo um dos santos mais venerados pela tradição popular nas “festas juninas”.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Eis o Cordeiro de Deus,
O que tira o pecado do mundo!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém

Hino
Dos tumultos humanos fugiste,
no deserto te foste esconder,
para a vida guardar reservada
da ganância da pose e do ter.

O camelo te deu roupa austera,
das ovelhas com lã te cingiste;
e com leite, bebida modesta,
gafanhotos e mel te nutriste.

Os profetas cantaram apenas
o profeta futuro, o Esperado;
tu, porém, vais à frente, mostrando
quem do mundo apaga o pecado.

Entre os homens nascidos na terra,
não se encontra um mais santo que João.
O que lava o pecado do mundo
ele, em água, o lavou no Jordão.

O louvor da cidade celeste
a vós, Deus Uno e Trino convém,
e nós, servos humildes, pedimos
piedade aos remidos. Amém.

Salmo 62(63) 2-9
Nunca mais terão fome nem sede. Nem os molestará o sol nem algum calor ardente.

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!
Desde a aurora ansioso vos busco!
A minh'alma tem sede de vós,
minha carne também vos deseja,
como terra sedenta e sem água!
Venho, assim, contemplar-vos no templo,
para ver vossa glória e poder.
Vosso amor vale mais do que a vida:
e por isso meus lábios vos louvam.
Quero, pois, vos louvar pela vida,
e elevar para vós minhas mãos!
A minh'alma será saciada,
como em grande banquete de festa;
cantará a alegria em meus lábios,
ao cantar para vós meu louvor!

Penso em vós no meu leito, de noite,
nas vigílias suspiro por vós!
Para mim fostes sempre um socorro;
de vossas asas à sombra eu exulto!
Minha alma se agarra em vós;
com poder vossa mão me sustenta.
Glória ao Pai...

Leitura breve Is 49,1
Nações marinhas, ouvi-me, povos distantes, prestai atenção: o Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome.

Vi o Espírito descer e pousar sobre ele. É este o que batiza no Espírito Santo.

BENEDICTUS
Profetizando, Zacarias exclamou: Bendito seja o Senhor Deus de Israel!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar os quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
João Batista foi o precursor do Senhor. No dia em que celebramos seu nascimento, rezemos com amor e confiança:

R. Senhor, escutai a nossa prece!

Pela Igreja,
- para que não deixe de anunciar a vinda do Senhor, com a força que descobrimos em São João Batista. R.

Por todas as crianças,
- para que seus pais recebam a orientação necessária para leva-las a Deus, como fez São João Batista. R.

Pelos que foram chamados a tornarem-se sacerdotes,
– que eles encontrem bons orientadores em seus caminhos, para levar a bom termo sua vocação. R.

Pelo o caminho da penitência,
– convertei os nossos corações aos mandamentos do vosso reino pela palavra e pela vida de João Batista. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que suscitastes São João Batista, a fim de preparar para o Senhor um povo
perfeito, concedei à vossa Igreja as alegrias espirituais e dirigi nossos passos no
caminho da salvação e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade
do Espírito Santo.

 

Meditação

Começou a falar, bendizendo a Deus

Pelo seu nascimento, São João pôs fim ao silêncio de Zacarias: a partir desse momento, não pôde mais calar-se aquele que gerou a voz que brada no deserto (Mt 3, 3), anunciando a vinda de Cristo. Mas, como a incredulidade começara por prender a língua do pai, a manifestação devolveu-lhe a liberdade; e foi assim anunciada, e depois trazida à luz a voz do Verbo, o Precursor da Claridade, que intercede pelas nossas almas.
Neste dia, a voz do Verbo liberta a voz paternal, prisioneira da sua falta de fé; da Igreja manifesta a fecundidade, fazendo cessar a maternal esterilidade. À frente da luz avança o candelabro do Sol da Justiça recebe o reflexo (Mal 3, 20) o raio que anuncia a sua vinda para a restauração universal e a salvação das nossas almas.
Eis que avança, vindo de um seio estéril, o mensageiro do Verbo Divino, que haveria de nascer de um seio virginal o maior de todos os filhos dos homens (Mt 11, 11), o profeta que não tem igual; porque as coisas divinas precisam de um começo maravilhoso, seja a fecundidade numa idade avançada (Lc 1, 7), ou a concepção operada sem semente. Glória a ti, ó Deus, que fazes maravilhas pela nossa salvação. […]
Apóstolo universal, objeto do anúncio de Gabriel (Lc 1, 36), ramo nascido da estéril e mais bela flor do deserto, amigo íntimo do Esposo (Jo 3, 29), profeta digno de aclamação, pede a Cristo que tenha piedade das nossas almas.

Liturgia bizantina
Lucernário das Grandes Vésperas
da festa da Natividade de João Batista

Oração da tarde

Louvor, honra e glória ao Cordeiro de Deus,
pelos séculos dos séculos!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Logo ao nasceres não trazes mancha,
João Batista, severo asceta,
Mártir potente, do ermo amigo,
grande profeta.

De trinta frutos uns se coroam;
a fronte de outros o dobro cinge.
Tua coroa, dando três voltas,
os cem atinge.
Assim cingido de tanto mérito,
retira as pedras do nosso peito,
torto caminho, chão de alto e baixo,
torna direito.

Faze que um dia, purificados,
vindo a visita do Redentor,
possa em noss’alma, que preparaste,
seus passos pôr.

A vós, Deus Único, o céu celebra,
Trino em pessoas canta também.
Mas nós na terra, impuros, pedimos
perdão. Amém.

Salmo 111(112) 1-10 O Senhor é nosso mestre! Seguir seus passos, com o vigor de João Batista, nos assegura alegria e paz interior!

Feliz o homem que respeita o Senhor
e que ama com carinho a sua lei!
Sua descendência será forte sobre a terra,
abençoada a geração dos homens retos!

Haverá glória e riqueza em sua casa,
e permanece para sempre o bem que fez.
Ele é correto, generoso e compassivo,
como luz brilha nas trevas para os justos.

Feliz o homem caridoso e prestativo,
que resolve seus negócios com justiça.
Porque jamais vacilará o homem reto,
sua lembrança permanece eternamente!

Ele não teme receber notícias más:
confiando em Deus, seu coração está seguro.
Seu coração está tranquilo e nada teme,
e confusos há de ver seus inimigos.

Ele reparte com os pobres os seus bens,
permanece para sempre o bem que fez,
e crescerão a sua glória e seu poder.

O ímpio, vendo isto, se enfurece,
range os dentes e de inveja se consome;
mas os desejos do malvado dão em nada.

Glória ao Pai...

Leitura breve At 13,23-25
Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. Estando para terminar sua missão, João declarou: Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele, do qual nem mereço desamarrar as sandálias.

Preparai as veredas do Senhor, aplanai os seus caminhos!

MAGNIFICAT
Não nasceu de mulher alguém maior que João Batista

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Felizes por termos celebrado o nascimento do Precursor, demos graças a Deus, que não cessa de abençoar-nos com seus dons:

R. Dirigi, Senhor, os nossos passos no caminho da paz!

Vós, que chamastes João Batista desde o ventre materno para preparar os caminhos de vosso Filho,
– chamai-nos para seguir o Senhor com a mesma fidelidade com que João o precedeu. R.

Assim como destes a João Batista a graça de reconhecer o Cordeiro de Deus, fazei que vossa Igreja também o anuncie,
– e que os homens e as mulheres do nosso tempo o reconheçam. R.

Vós, que inspirastes a vosso profeta ser necessário ele diminuir para que Cristo crescesse,
– ensinai-nos a ceder lugar aos outros, para que vossa presença se manifeste em cada um de nós. R.

Vós, que quisestes proclamar a justiça mediante o martírio de João,
– tornai-nos testemunhas incansáveis da vossa verdade. R.

Lembrai-vos de todos aqueles que já partiram desta vida,
– e recebei-os no reino da luz e da paz. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo S. Lucas 1,57-66.80

Naquele tempo, chegou a altura de Isabel ser mãe e deu à luz um filho.
Os seus vizinhos e parentes souberam que o Senhor lhe tinha feito tão grande benefício e congratularam-se com ela.
Oito dias depois, vieram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome do pai, Zacarias.
Mas a mãe interveio e disse: «Não, Ele vai chamar-se João».
Disseram-lhe: «Não há ninguém da tua família que tenha esse nome».
Perguntaram então ao pai, por meio de sinais, como queria que o menino se chamasse.
O pai pediu uma tábua e escreveu: «O seu nome é João». Todos ficaram admirados.
Imediatamente se lhe abriu a boca e se lhe soltou a língua e começou a falar, bendizendo a Deus.
Todos os vizinhos se encheram de temor e por toda a região montanhosa da Judeia se divulgaram estes factos.
Quantos os ouviam contar guardavam-nos em seu coração e diziam: «Quem virá a ser este menino?». Na verdade, a mão do Senhor estava com ele.
O menino ia crescendo e o seu espírito fortalecia-se. E foi habitar no deserto até ao dia em que se manifestou a Israel.

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement