Aleteia
La fête du jour

Sábado, 22 de julho
Santa Maria Madalena

Discípula de Jesus

Santa Maria Madalena nos Evangelhos

Evangelho de Mateus - Mt 28, 1-20

Depois do sábado, quando amanhecia o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o túmulo. E eis que houve um violento tremor de terra: um anjo do Senhor desceu do céu, rolou a pedra e sentou-se sobre ela. Resplandecia como relâmpago e suas vestes eram brancas como a neve. Vendo isto, os guardas pensaram que morreriam de pavor. Mas o anjo disse às mulheres: “Não temais! Sei que procurais Jesus, que foi crucificado. Não está aqui: ressuscitou como disse. Vinde e vede o lugar em que ele repousou. Ide depressa e dizei aos discípulos que ele ressuscitou dos mortos. Ele vos precede na Galileia. Lá o haveis de rever, eu vo-lo disse”. Elas se afastaram prontamente do túmulo com certo receio, mas ao mesmo tempo com alegria, e correram a dar a boa nova aos discípulos. Nesse momento, Jesus apresentou-se diante delas e disse-lhes: “Salve!” Aproximaram-se elas e, prostradas diante dele, beijaram-lhe os pés. Disse-lhes Jesus: “Não temais! Ide dizer aos meus irmãos que se dirijam à Galileia, pois é lá que eles me verão”.

Evangelho de Marcos - Mc 16, 1-15

Passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram aromas para ungir Jesus. E no primeiro dia da semana, foram muito cedo ao sepulcro, mal o sol havia despontado. E diziam entre si: “Quem nos há de remover a pedra da entrada do sepulcro?” Levantando os olhos, elas viram removida a pedra, que era muito grande. Entrando no sepulcro viram, sentado do lado direito, um jovem, vestido de roupas brancas, e assustaram-se. Ele lhes falou: “Não tenhais medo. Buscais Jesus de Nazaré, que foi crucificado. Ele ressuscitou, já não está aqui. Eis o lugar onde o depositaram. Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vos precede na Galileia. Lá o vereis como vos disse”. Elas saíram do sepulcro e fugiram trêmulas e amedrontadas. [...] Tendo Jesus ressuscitado de manhã, no primeiro dia da semana apareceu primeiramente a Maria de Magdala, de quem tinha expulsado sete demônios. Foi ela noticiá-lo aos que estiveram com ele, os quais estavam aflitos e chorosos. Quando souberam que Jesus vivia e que ela o tinha visto, não quiseram acreditar.

Evangelho de Lucas - Lc 24, 1-12

No primeiro dia da semana, muito cedo, dirigiram-se ao sepulcro com os aromas que haviam preparado. Acharam a pedra removida longe da abertura do sepulcro. Entraram, mas não encontraram o corpo do Senhor Jesus. Não sabiam elas o que pensar, quando apareceram em frente delas dois personagens com vestes resplandecentes. Como estivessem amedrontadas e voltassem o rosto para o chão, disseram-lhes eles: “Por que buscais entre os mortos aquele que está vivo? Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos de como ele vos disse, quando ainda estava na Galileia: O Filho do Homem deve ser entregue nas mãos dos pecadores e crucificado, mas ressuscitará ao terceiro dia”. Então, elas se lembraram das palavras de Jesus. Voltando do sepulcro, contaram tudo isso aos Onze e a todos os demais. Eram elas Maria Madalena, Joana e Maria, mãe de Tiago.

Evangelho de João - Jo 21, 1-23

No primeiro dia que se seguia ao sábado, Maria Madalena foi ao sepulcro, de manhã cedo, quando ainda estava escuro. Viu a pedra removida do sepulcro. [...] Chorando, inclinou-se para olhar dentro do sepulcro. Viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde estivera o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. Eles lhe perguntaram: “Mulher, por que choras”? Ela respondeu: “Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram”. Ditas estas palavras, voltou-se para trás e viu Jesus em pé, mas não o reconheceu. Perguntou-lhe Jesus: “Mulher, por que choras? Quem procuras?”. Supondo ela que fosse o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste e eu o irei buscar. Disse-lhe Jesus: “Maria!” Voltando-se ela, exclamou em hebraico: “Rabôni!” (que quer dizer Mestre). Disse-lhe Jesus: “Não me toques, porque ainda não subi a meu Pai, mas vai a meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.” Maria Madalena correu para anunciar aos discípulos que ela tinha visto o Senhor e contou o que ele lhe tinha falado.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Aclamemos o Senhor ao som do nosso canto!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém

Hino

Luminosa, a aurora desperta
e o triunfo de Cristo anuncia.
Tu, porém, amorosa, procuras
ver e ungir o seu Corpo, ó Maria.

Quando o buscas, correndo ansiosa,
vês o anjo envolvido em luz forte;
ele diz que o Senhor está vivo
e quebrou as cadeias da morte.

Mas amor tão intenso prepara
para ti recompensa maior:
crês falar com algum jardineiro,
quando escutas a voz do Senhor.

Estiveste de pé junto à cruz,
com a Virgem das Dores unida;
testemunha e primeira enviada
és agora do Mestre da vida.

Bela flor de Magdala, ferida
pelo amor da divina verdade,
faze arder o fiel coração
com o fogo de tal caridade.

Dai-nos, Cristo, imitarmos Maria
em amor tão intenso, também,
para um dia nos céus entoarmos
vossa glória nos séculos. Amém.

Cântico Sb 9,1-6.9-11
Ora, tendo ressuscitado na madrugada do primeiro dia da semana, ele apareceu primeiro a Maria de Magdala, de quem havia expulsado sete demônios. (Mc 16,9).

Deus dos Pais, Senhor de misericórdia,
que tudo criaste com tua Palavra,
e com tua Sabedoria formaste o homem
para dominar as criaturas que fizeste,
governar o mundo com justiça e santidade,
e exercer o julgamento com retidão de vida.

Dá-me a Sabedoria contigo entronizada
e não me excluas do número de teus filhos.
Pois sou teu servo, filho de tua serva,
Homem frágil, de vida efêmera,
incapaz de compreender a justiça e as leis.

Por mais perfeito que seja alguém entre os filhos dos homens,
se lhe falta a Sabedoria que vem de ti, de nada valerá.

Contigo está a Sabedoria que conhece tuas obras,
estava presente quando fazias o mundo;
ela sabe o que é agradável a teus olhos
e o que é conforme aos teus mandamentos.

Dos céus sagrados, enviai-a
manda-a de teu trono de glória,
para que me assista nos trabalhos,
ensinando-me o que de fato te agrada.
E ela, que tudo sabe e compreende,
prudentemente me guiará em minhas ações
e me protegerá com sua glória.

Glória ao Pai...

Leitura breve Rm 12,1-2
Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: este é o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que saibais discernir o que é da vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito.

Já não chores, Maria, o Senhor ressurgiu!
Vai! Anunciai aos irmãos!

BENEDICTUS
Na manhã do primeiro dia, o Senhor ressuscitou e apareceu primeiramente a Maria Madalena. Aleluia!

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar os quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Exultemos de alegria em Cristo, nosso Senhor, que, ressuscitando de entre os mortos, reconstruiu o templo do seu corpo; e lhe supliquemos:
R. Ouvi-nos, Senhor, pela vossa ressurreição!
Senhor Jesus, que perdoastes à mulher pecadora todos os seus pecados porque ela muito amou,
– perdoai-nos também os nossos muitos pecados. R.
Cristo, Salvador do mundo, que anunciastes primeiro a Maria de Magdala a alegria da ressurreição,
– fazei-nos testemunhas do vosso triunfo pascal. R.
Vós, que prometestes a todos a ressurreição, que nos fará nascer para uma vida nova,
– tornai-nos fiéis mensageiros do vosso evangelho. R.
Vós, que, aparecendo aos apóstolos depois da ressurreição, lhes comunicastes o Espírito Santo,
– renovai-nos com os dons do Espírito criador. R.
Vós, que prometestes permanecer com os vossos discípulos até o fim do mundo,
– ficai conosco hoje e sempre. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, o vosso Filho confiou a Maria Madalena o primeiro anúncio da alegria pascal; dai-nos, por suas preces e a seu exemplo, anunciar também que o Cristo vive e contemplá-lo na glória de seu Reino. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação

Mulher, porque choras? Quem procuras?

“Mulher, porque choras?” Bem-amado Senhor, como podes perguntar por que é que ela chora? Não é verdade que ela te viu cruelmente imolado, atravessado por pregos, suspenso do madeiro como um salteador, entregue às zombarias dos ímpios? Como é que podes dizer-lhe: “Mulher, porque choras?” Ele não conseguiu arrancar-te à morte, mas queria, ao menos, embalsamar o teu corpo, para preservá-lo da corrupção o máximo tempo possível… E eis que, para cúmulo, julga ter perdido esse corpo que ela tinha ainda a alegria de possuir. Com essa perda, toda a esperança se esfumou para ela, se nada pode guardar em memória de ti. Como é que, nesse momento, lhe podes perguntar: “Mulher, porque choras? Quem procuras?”
Ó bom Senhor, vê que é a tua discípula fiel, resgatada pelo teu sangue, que está atormentada pelo desejo de te ver. Vais permitir que um tal sofrimento dure muito tempo? Agora que escapaste à corrupção, perdeste toda a compaixão? Agora que atingiste a imortalidade, esqueceste a misericórdia? Não, a tua doce bondade, Amigo, te faz intervir sem tardar para que aquela que chora o seu Senhor não ceda à amargura do coração.
“Maria!” Ó Senhor, tu chamaste a tua serva pelo seu nome de família e ela reconheceu imediatamente a voz familiar do seu Senhor. “Maria!” Palavra tão doce, tão transbordante de ternura e de amor! É-te impossível, Mestre, dizê-lo de forma mais breve e mais forte: “Maria! Eu sei quem tu és. Sei o que queres. Eis-me aqui! Não chores mais. Eis-me aqui, aquele que tu procuras”. Imediatamente as lágrimas mudam de natureza: como poderiam elas estancar, quando agora brotam de um coração em festa?

Santo Anselmo (1033-1109)
Monge, bispo, doutor da Igreja
74ª oração

Oração da tarde

I Vésperas
XVI Domingo do tempo comum

Demos graças ao Senhor,
Aclamemos Seu Nome glorioso!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino

Ó Deus, fonte de todas as coisas,
vós enchestes o mundo de dons
e, depois de criar o universo,
concluístes que tudo era bom.

Terminando tão grande trabalho,
decidistes entrar em repouso,
ensinando aos que cansam na luta,
que o descanso é também dom precioso.

Concedei aos mortais que suplicam,
os seus erros lavarem no pranto
e andarem nos vossos caminhos,
descobrindo da vida o encanto.

Deste modo, ao chegar para a terra
a aflição do temível Juiz,
possam todos, repletos de paz,
se alegrar pela vida feliz.

Esse dom concedei-nos, Deus Pai,
pelo Filho Jesus, Sumo Bem,
no Espírito Santo Paráclito,
que reinais para sempre. Amém.
Cântico Fl 2,6-11
A custo conjeturamos o terrestre, com trabalho encontramos o que está à mão, mas quem rastreará o que há nos céus? (Sb 9,16)

Embora fosse de divina condição,
Cristo Jesus não se apegou ciosamente
a ser igual em natureza a Deus Pai.
Porém esvaziou-se de sua glória
e assumiu a condição de um escravo,
fazendo-se semelhante aos homens.

Reconhecido exteriormente como homem,
humilhou-se, obedecendo até à morte,
até à morte humilhante numa cruz.

Por isso Deus o exaltou sobremaneira
e deu-lhe o nome mais excelso, mais sublime,
e elevado muito acima de outro nome.

Para que perante o nome de Jesus
se dobre reverente todo joelho,
seja nos céus, seja na terra ou nos abismos.

E toda língua reconheça, confessando,
para a glória de Deus Pai e seu louvor:
‘Jesus Cristo é Senhor para a glória de Deus Pai!’

Glória ao Pai...

Leitura breve 2Pd 1,19-21
Assim se nos tornou ainda mais firme a palavra da profecia, que fazeis bem em ter diante dos olhos, como lâmpada que brilha em lugar escuro, até clarear o dia e levantar-se a estrela da manhã em vossos corações. Pois deveis saber, antes de tudo, que nenhuma profecia da Escritura é objeto de interpretação pessoal, visto que jamais uma profecia foi proferida por vontade humana. Mas, foi sob o impulso do Espírito Santo que homens falaram da parte de Deus.

Do nascer do sol até o seu ocaso, louvado seja o nome do Senhor!
Sua glória vai além dos altos céus!

MAGNIFICAT

Ajuntai primeiro o joio, atai-o em feixes e queimai-o, mas o trigo, recolhei-o no meu celeiro!

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Invoquemos a Jesus Cristo, alegria de todos os que nele esperam, e digamos:

R. Ouvi-nos, Senhor e atendei-nos!

Testemunha fiel e primogênito dentre os mortos, que nos purificastes do pecado com o vosso sangue,
– fazei-nos sempre lembrar as vossas maravilhas. R.

Aqueles que escolhestes como mensageiros do vosso evangelho,
– tornai-os fiéis e zelosos administradores dos mistérios do reino. R.

Rei da paz, mandai o vosso Espírito sobre aqueles que governam os povos,
– a fim de que olhem com mais atenção para os pobres e necessitados. R.

Socorrei os que são vítimas da discriminação por causa da raça, cor, condição, língua ou religião,
– e fazei que sejam reconhecidos os seus direitos e a sua dignidade. R.

Aos que morreram em vosso amor tornai participantes da felicidade eterna,
– juntamente com a Virgem Maria e todos os santos. R.
(Intenções livres)

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho

Evangelho segundo S. João 20,1-2.11-18.
No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro e viu a pedra retirada do sepulcro.
Correu então e foi ter com Simão Pedro e com o discípulo predileto de Jesus e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde O puseram».
E ficou a chorar junto do sepulcro. Enquanto chorava, debruçou-se para dentro do sepulcro
e viu dois Anjos vestidos de branco, sentados, um à cabeceira e outro aos pés, onde estivera deitado o corpo de Jesus.
Os Anjos perguntaram a Maria: «Mulher, porque choras?». Ela respondeu-lhes: «Porque levaram o meu Senhor e não sei onde O puseram».
Dito isto, voltou-se para trás e viu Jesus de pé, sem saber que era Ele.
Disse-lhe Jesus: «Mulher, porque choras? A quem procuras?». Pensando que era o jardineiro, ela respondeu-Lhe: «Senhor, se foste tu que O levaste, diz-me onde O puseste, para eu O ir buscar».
Disse-lhe Jesus: «Maria!». Ela voltou-se e respondeu em hebraico: «Rabuni!», que quer dizer: «Mestre!».
Jesus disse-lhe: «Não Me detenhas, porque ainda não subi para o Pai.
Vai ter com os meus irmãos e diz-lhes que vou subir para o meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus». Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: «Vi o Senhor». E contou-lhes o que Ele lhe tinha dito.

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement