Aleteia
La fête du jour

Quarta-feira, 20 de setembro
Santos Mártires coreanos (AndréKim Taegon, Paulo Chong Hasang e 101 companheiros)

Mártires (†Século XIX)

A Igreja na Coreia, fundada por leigos que conheceram o cristianismo na China, desde seus inícios conheceu a perseguição. No ano 1801, o único padre que existia em todo o país foi executado; mesmo assim a comunidade cristã crescia. No ano seguinte, um edito foi emitido pelas autoridades; nele se ordenada o “extermínio dos cristãos” como solução para sufocar aquilo que era considerado pelas autoridades como uma loucura. Sem padres, os cristãos da Coreia suplicavam continuamente ao bispo de Pequim, e mesmo ao papa, que fossem enviados sacerdotes. Apenas em 1837 foi possível enviar um bispo e dois sacerdotes que, infelizmente, foram martirizados dois anos depois. Uma segunda tentativa ocorreu mais tarde, com a intervenção de André Kim Taegon: com muitos esforços, ele conseguiu introduzir um bispo e um sacerdote na Coreia. Em todo caso, a perseguição à Igreja não cessava. Algumas fontes locais dão a entender que cerca de dez mil cristãos perderam a vida na defesa de sua fé. Apenas em 1882 a liberdade religiosa chegaria a ser decretada. Dos vários mártires, um grupo de 103 foi beatificado e depois canonizado em Seul, por São João Paulo II.

Santo André Kim Taegon nasceu no ano de 1821 numa família nobre e que havia abraçado a fé cristã. Sua casa era uma verdadeira igreja doméstica, pois era frequentada por catecúmenos e neófitos. Ele tinha 15 anos quando um missionário francês o mandou para Macau, para que ele pudesse se preparar para o sacerdócio. Retornou em 1844, já ordenado diácono e começou a preparar a vinda de um novo bispo para a Coreia. Com um grupo de marinheiros foi até Xangai buscar o bispo. Aí chegando, foi ordenado presbítero. Após dois anos, Santo André, a serviço de seu bispo, foi casualmente descoberto e imediatamente foi recolhido ao cárcere. Aí sofreu várias torturas. Finalmente, no dia 16 de setembro de 1846 foi decapitado. São Paulo Chong Hasang, também canonizado nesse grupo de mártires, era leigo e deu grandes testemunhos de uma vida cristã. Por quinze vezes, pelo menos, enfrentou perigos sem fim viajando a pé até Pequim impulsionado apenas pela fé, para buscar ajuda para a comunidade cristã coreana. Durante a duríssima perseguição, um apóstata traiu a comunidade e denunciou São Paulo: aprisionado, enfrentou várias torturas para que abandonasse sua fé cristã. Manteve-se firme até o fim, que ocorreu no dia 22 de setembro de 1839 com sua decapitação. A comemoração no dia 20 de setembro foi decidida por São João Paulo II, pois uma parte consistente do grupo de mártires havia dado seu testemunho de sangue nessa data.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Ao Senhor, Rei dos Mártires, vinde, adoremos!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
De Cristo o dom eterno,
dos mártires vitória,
alegres celebremos
com cânticos de glória.

São príncipes da Igreja,
na luta triunfaram.
Do mundo sendo luzes,
à glória já chegaram.

Venceram os terrores,
as penas desprezaram.
Na morte coroados,
à luz feliz chegaram.

Por ímpios torturados,
seu sangue derramaram.
Mas, firmes pela fé,
na vida eterna entraram.

Invictos na esperança,
guardando a fé constantes,
no pleno amor de Cristo
já reinam triunfantes.

Já têm no Pai a glória,
no Espírito a energia,
e exultam pelo Filho,
repletos de alegria.

Pedimos, Redentor,
unidos ser também
dos mártires à glória
no vosso Reino. Amém.
Cântico....................................................................................................... Is 61,10– 62,5

Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido (cf. Ap 21,2).

Eu exulto de alegria no Senhor,
e minh'alma rejubila no meu Deus.
Pois me envolveu de salvação, qual uma veste,
e como manto da justiça me cobriu,
como o noivo que coloca o diadema,
como a noiva que se enfeita com suas joias.

Como a terra faz brotar os seus rebentos
e o jardim faz germinar suas sementes,
o Senhor Deus fará brotar sua justiça
e o louvor perante todas as nações.

Por ti, Sião, não haverei de me calar,
nem por ti, Jerusalém, terei sossego,
até que brilhe tua justiça como a aurora
e a tua salvação como um farol.

Então os povos hão de ver tua justiça,
e os reis de toda a terra, a tua glória;
todos eles te darão um nome novo:
enunciado pelos lábios do Senhor.
Serás coroa esplendorosa em sua mão,
diadema régio entre as mãos do teu Senhor.

Nunca mais te chamarão 'Desamparada',
nem se dirá de tua terra 'Abandonada';
mas haverão de te chamar 'Minha querida',
e se dirá de tua terra 'Desposada'.
Porque o Senhor se agradou muito de ti,
e tua terra há de ter o seu esposo.

Como um jovem que desposa a bem-amada,
teu Construtor, assim também, vai desposar-te;
como a esposa é a alegria do marido,
serás assim a alegria do teu Deus.

Glória ao Pai.....

Leitura breve ..................................Dt 4,39-40a
Reconhece, hoje, e grava-o em teu coração, que o Senhor é o Deus lá em cima do céu e cá embaixo na terra, e que não há outro além dele. Guarda suas leis e seus mandamentos que hoje te prescrevo.

Bendirei o Senhor Deus, bendirei em todo o tempo.
Seu louvor em minha boca, seu louvor eternamente.

BENEDICTUS
Sirvamos ao Senhor em santidade,
enquanto perdurarem nossos dias.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...
Preces
Jesus Cristo, esplendor do Pai, nos ilumina com a sua palavra. Cheios de amor o invoquemos:

R. Rei da eterna glória, ouvi-nos!

Sois bendito, Senhor, autor e consumador da nossa fé,
– porque nos chamastes das trevas para a vossa luz admirável. R.

Vós, que abristes os olhos aos cegos e fizestes os surdos ouvirem,
– aumentai a nossa fé. R.

Fazei-nos, Senhor, permanecer firmes no vosso amor,
– e que nunca nos separemos uns dos outros. R.

Dai-nos força para resistir à tentação, paciência na tribulação,
– e sentimentos de gratidão na prosperidade. R.

(Intenções livres)

Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, criador e salvador de todas as raças, por vossa bondade, chamastes à fé a muitos irmãos na região da Coreia e os fizestes crescer pelo testemunho glorioso dos mártires André, Paulo e seus companheiros. Concedei que, pelo exemplo e intercessão deles, possamos perseverar até a morte na observância de vossos mandamentos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Meditação

Tocamos flauta para vós e não dançastes, fizemos lamentações e não chorastes!

O apóstolo Paulo diz: “O que alguns têm, é ignorância de Deus”. Eu digo que permanecem nessa ignorância todos aqueles que não querem se converter a Deus. Eles rejeitam a conversão pela única razão de que imaginam um Deus solene e severo, quando é todo suavidade; eles o imaginam duro e implacável quando, na verdade, é todo misericórdia; creem que é violento e terrível, quando é adorável. Assim o ímpio engana-se a si próprio e se fabrica um ídolo, em vez de conhecer a Deus tal qual é. O que teme, esta gente de pouca fé? Que Deus não queira perdoar seus pecados? Mas se foi ele mesmo, com suas próprias mãos, que os pregou na cruz? O que poderiam temer ainda? Ser eles mesmos débeis e vulneráveis? Mas se ele conhece muito bem a argila com que nos fez... do quem tem medo? De estar demasiadamente acostumados ao mal para abandonar os costumes da carne? Mas, o Senhor liberta os prisioneiros. Temem que Deus, irritado pela imensidão de suas faltas, duvide em estender-lhes uma mão que os socorra? Mas se ali onde abundou o pecado, a graça superabundou. Quem sabe talvez seja a preocupação pelo vestir, pelo alimento e outras necessidades de sua vida que lhes impede de se separar de seus bens? Deus sabe que temos necessidade de tudo isso. O que mais querem? Qual é o obstáculo para sua salvação? Ignoram a Deus, não creem em nossa palavra. Por isso é necessário que se fiem da experiência dos demais.

São Bernardo
Monge cisterciense e Doutor da Igreja (1090-1153)

Oração da tarde

Bendize o teu Senhor, ó minh’alma;
Louve todo o meu ser seu santo nome!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Devagar, vai o sol se escondendo,
deixa os montes, o campo e o mar,
mas renova o presságio da luz,
que amanhã vai de novo brilhar.

Os mortais se admiram do modo
pelo qual, generoso Senhor,
destes leis ao transcurso do tempo,
alternância de sombra e fulgor.

Quando reina nos céus o silêncio
e declina o vigor para a lida,
sob o peso das trevas a noite
nosso corpo ao descanso convida.

De esperança e de fé penetrados,
saciar-nos possamos, Senhor,
de alegria na glória do Verbo
que é do Pai o eterno esplendor.

Este é o sol que jamais tem ocaso
e também o nascer desconhece.
Canta a terra, em seu brilho envolvida,
nele o céu em fulgor resplandece.

Dai-nos, Pai, gozar sempre da luz
que este mundo ilumina e mantém,
e cantar-vos, e ao Filho, e ao Espírito,
canto novo nos séculos. Amém.

Salmo ........................ 138(139),1-18.23-24

Quem conheceu o pensamento do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? (Rm 11,34).

Senhor, vós me sondais e conheceis,
sabeis quando me sento ou me levanto;
de longe penetrais meus pensamentos,
percebeis quando me deito e quando eu ando,
os meus caminhos vos são todos conhecidos.

A palavra nem chegou à minha língua,
e já, Senhor, a conheceis inteiramente.
Por detrás e pela frente me envolveis;
pusestes sobre mim a vossa mão.
Esta Verdade é por demais maravilhosa,
é tão sublime que não posso compreendê-la.

Em que lugar me ocultarei de vosso espírito?
E para onde fugirei de vossa face?
Se eu subir até os céus, ali estais;
se eu descer até o abismo, estais presente.

Se a aurora me emprestar as suas asas,
para eu voar e habitar no fim dos mares;
mesmo lá vai me guiar a vossa mão
e segurar-me com firmeza a vossa destra.

Se eu pensasse: 'A escuridão venha esconder-me
e que a luz ao meu redor se faça noite!'
Mesmo as trevas para vós não são escuras,
a própria noite resplandece como o dia,
e a escuridão é tão brilhante como a luz.

Glória ao Pai...

Leitura 1Jo 2,3-6
Para saber que o conhecemos, vejamos se guardamos os seus mandamentos. Quem diz: 'Eu conheço a Deus', mas não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele. Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o amor de Deus é plenamente realizado. O critério para saber se estamos com Jesus é este: quem diz que permanece nele, deve também proceder como ele procedeu.

Protegei-nos, Senhor, como a pupila dos olhos.
Guardai-nos, defendei-nos, sob a vossa proteção.

MAGNIFICAT
Ó Senhor, manifestai o poder de vosso braço,
dispersai os soberbos e elevai os humildes!

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Aclamemos ao Eterno Pai, cuja misericórdia para com o seu povo é sem limites; e digamos com alegria de coração:

R. Senhor, alegrem-se todos os que em vós esperam!

Senhor, que enviastes o vosso Filho não para julgar o mundo mas para salvá-lo,
– concedei que a sua morte gloriosa produza em nós muitos frutos.R.

Vós, que constituístes os sacerdotes como ministros de Cristo e dispensadores dos vossos mistérios,
– dai-lhes um coração fiel, ciência e caridade. R.

Àqueles que chamastes para uma vida de castidade perfeita por amor do reino dos céus,
– concedei-lhes a graça de seguirem fiel e generosamente as pegadas de vosso Filho. R.

Vós, que no princípio criastes o homem e a mulher,
– conservai todas as famílias no amor sincero. R.

(Intenções livres)

Vós, que, pelo sacrifício de Cristo, tirastes o pecado do mundo,
– perdoai os pecados de todos os que morreram. R

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho

Evangelho segundo S. Lucas 7,31-35.
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «A quem hei-de comparar os homens desta geração? Com quem se parecem?
Assemelham-se a crianças que, sentadas na praça, se interpelam umas às outras, dizendo: 'Tocámos flauta para vós, e não dançastes! Entoámos lamentações, e não chorastes!'
Porque veio João Batista, que não comia nem bebia vinho, e vós dizeis: ‘Tem o demónio com ele’.
Veio o Filho do homem, que come e bebe, e vós dizeis: ‘É um glutão e um ébrio, amigo de publicanos e pecadores’.
Mas a Sabedoria é justificada por todos os seus filhos».

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement