Aleteia
La fête du jour

Quarta-feira, 16 de agosto
Santo Estev√£o da Hungria

Rei, confessor da fé (†1038)

No ano 985 mission√°rios crist√£os chegam √†s terras da Hungria e batizam o pr√≠ncipe Geza e seu filho, Vajk, que por essa ocasi√£o, receber√° o nome crist√£o de Estev√£o; ele ter√° uma import√Ęncia fundamental para a evangeliza√ß√£o de toda a na√ß√£o h√ļngara. No ano 997, de fato, Estev√£o sucede a seu pai no trono da Hungria, mas a sucess√£o n√£o estava garantida: ap√≥s uma luta contra outros pretendentes ao trono, somente no ano 1000, Estev√£o recebe no papa Silvestre II as ins√≠gnias reais e, no natal desse mesmo ano, √© coroado Rei da Hungria. Uma vez que se senta sobre o trono, Santo Estev√£o come√ßou a tomar diversas provid√™ncias para a estrutura√ß√£o da Igreja na Hungria, fundando dioceses e numerosos mosteiros. Al√©m disso, permitiu que numerosos mission√°rios viessem do estrangeiro para ajudar na evangeliza√ß√£o do povo h√ļngaro. Enquanto Rei, foi famoso pelo seu senso de justi√ßa e retid√£o, de modo que n√£o haviam se passado ainda 50 anos de sua morte, quando foi canonizado (no ano 1083) por ordem do papa Greg√≥rio VII, em virtude de seus muitos m√©ritos e de sua vida santa. Na figura de Santo Estev√£o, um santo de mais de mil anos atr√°s, se verifica uma mensagem atual√≠ssima: que √© poss√≠vel ser um governante e ser, ao mesmo tempo, santo. Oxal√°, seu exemplo possa inspirar os nossos modernos governantes a adotarem as virtudes da justi√ßa, sabedoria e retid√£o.

Vous voulez découvrir d’autres histoires de saints ? Cliquez ici

Oração da manhã

Adoremos o Senhor, pois foi ele quem nos fez.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
√ď noite, √≥ treva, √≥ nuvem,
n√£o mais fiqueis aqui!
J√° surge a doce aurora,
o Cristo vem: parti!

Rompeu-se o véu da terra,
cortado por um raio:
as coisas tomam cores,
j√° voltam do desmaio.

Assim também se apague
a noite do pecado,
e o Cristo em nossas almas
comece o seu reinado.

Humildes, vos pedimos
em nosso canto ou choro:
ouvi, ó Cristo, a prece,
que sobe a vós, em coro.

Os fogos da vaidade
a vossa luz desfaz.
Estrela da manh√£,
qu√£o doce vossa paz.

Louvor ao Pai, ó Cristo,
louvor a vós também;
reinais, no mesmo Espírito,
agora e sempre. Amém.

Salmo .....................................97(98)

Este salmo significa a primeira vinda do Senhor e a fé de todos os povos (Sto. Atanásio).

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo
alcançaram-lhe a vitória.

O Senhor fez conhecer a salvação,
e √†s na√ß√Ķes, sua justi√ßa;
recordou o seu amor sempre fiel
pela casa de Israel.

Os confins do universo contemplaram
a salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,
alegrai-vos e exultai!

Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa
e da cítara suave!
Aclamai, com os clarins e as trombetas,
ao Senhor, o nosso Rei!

Aplauda o mar com todo ser que nele vive,
o mundo inteiro e toda gente!
As montanhas e os rios batam palmas
e exultem de alegria,

na presença do Senhor, pois ele vem,
vem julgar a terra inteira.
Julgará o universo com justiça
e as na√ß√Ķes com equidade.

Glória ao Pai...

Leitura breve Jó 1,21; 2,10b
Nu eu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei para lá. O Senhor deu, o Senhor tirou; como foi do agrado do Senhor, assim foi feito. Bendito seja o nome do Senhor! Se recebemos de Deus os bens, não deveríamos receber também os males?

Para os vossos mandamentos, inclinai meu coração!
Dai-me a vida em vossa Lei!

BENEDICTUS
Mostrai-nos, ó Senhor, misericórdia,
recordando vossa santa Aliança.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da m√£o de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abra√£o, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que est√° na remiss√£o de seus pecados;

pela bondade e compaix√£o de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte est√£o sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos a Cristo que nos alimenta e protege a Igreja, pela qual deu sua vida; e digamos com fé:

R. Lembrai-vos, Senhor, da vossa Igreja!

Bendito sejais, Senhor Jesus Cristo, Pastor da Igreja, que nos dais hoje luz e vida;
‚Äď ensinai-nos a vos agradecer t√£o precioso dom. R.

Velai com bondade sobre o rebanho reunido em vosso nome,
‚Äď para que n√£o se perca nenhum daqueles que o Pai vos confiou. R.

Conduzi a Igreja pelo caminho dos vossos mandamentos,
‚Äď e que o Esp√≠rito Santo a mantenha sempre fiel. R.

Alimentai a Igreja com a vossa Palavra e o vosso P√£o,
‚Äď para que, fortalecida por este alimento, ela vos siga com alegria. R.

(Inten√ß√Ķes livres)
Pai nosso ...

Oração
Senhor, que nos criastes em vossa sabedoria e nos governais em vossa provid√™ncia, iluminai nossos cora√ß√Ķes com a luz do vosso Esp√≠rito, para que por toda a vida vos sejamos dedicados. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Esp√≠rito Santo.

Tudo o que ligardes na terra será ligado no céu e o que desligardes na terra, será desligado no céu...
Ao tornar os Ap√≥stolos participantes do seu pr√≥prio poder de perdoar os pecados, o Senhor d√°-lhes tamb√©m autoridade para reconciliar os pecadores com a Igreja. Esta dimens√£o eclesial do seu minist√©rio exprime-se, nomeadamente, na palavra solene de Cristo a Sim√£o Pedro: ‚ÄúDar-te-ei as chaves do Reino dos c√©us; tudo o que ligares na terra ficar√° ligado nos c√©us, e tudo o que desligares na terra ficar√° desligado nos c√©us‚ÄĚ (Mt 16, 19). ‚ÄúEste mesmo encargo de ligar e desligar, conferido a Pedro, foi tamb√©m atribu√≠do ao col√©gio dos Ap√≥stolos unidos √† sua cabe√ßa (LG 22)‚ÄĚ. As palavras ligar e desligar significam: aquele que v√≥s excluirdes da vossa comunh√£o, ficar√° tamb√©m exclu√≠do da comunh√£o com Deus; aquele que de novo receberdes na vossa comunh√£o, tamb√©m Deus o acolher√° na sua. A reconcilia√ß√£o com a Igreja √© insepar√°vel da reconcilia√ß√£o com Deus. A f√≥rmula de absolvi√ß√£o, em uso na Igreja latina, exprime os elementos essenciais deste sacramento: o Pai das miseric√≥rdias √© a fonte de todo o perd√£o. Ele realiza a reconcilia√ß√£o dos pecadores pela P√°scoa do seu Filho e pelo dom do seu Esp√≠rito, atrav√©s da ora√ß√£o e do minist√©rio da Igreja [...] [...] H√° raz√Ķes profundas para que assim seja. Cristo age em cada um dos sacramentos. Ele se dirige pessoalmente a cada um dos pecadores: ‚ÄúMeu filho, os teus pecados est√£o perdoados‚ÄĚ (Mc 2, 5); Ele √© o m√©dico que se inclina sobre cada um dos doentes com necessidade dele, ‚Äúpara os curar: alivia-os e reintegra-os na comunh√£o fraterna. A confiss√£o pessoal √©, pois, a forma mais significativa da reconcilia√ß√£o com Deus e com a Igreja.

Catecismo da Igreja Católica (1997).
nn. 1.444, 1445, 1449 e 1484.

Oração da tarde

Quero cantar, Senhor, a justiça e a graça,
louvar-vos ao som da cítara!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Santíssimo Deus do céu,
que o céu encheis de cor
e dais à luz beleza
de ígneo resplendor;

criais no quarto dia
a rota chamejante
do sol e das estrelas,
da lua fulgurante.

Assim, à luz e às trevas
limites vós fixais.
Dos meses o começo
marcastes com sinais.

Fazei a luz brilhar
em nosso coração.
Tirai da mente as trevas,
da culpa a servid√£o.

Ouvi-nos, Pai bondoso,
e v√≥s, √ļnico Filho,
reinando com o Espírito
na luz de eterno brilho.
Salmo ............................... 125(126)

Assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação (2Cor 1,7).

Quando o Senhor reconduziu nossos cativos,
parecíamos sonhar;
encheu-se de sorriso nossa boca,
nossos l√°bios, de can√ß√Ķes.

Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas
fez com eles o Senhor!'
Sim, maravilhas fez conosco o Senhor,
exultemos de alegria!

Mudai a nossa sorte, ó Senhor,
como torrentes no deserto.
Os que lançam as sementes entre lágrimas,
ceifar√£o com alegria. ‚Äď

Chorando de tristeza sair√£o,
espalhando suas sementes;
cantando de alegria voltar√£o,
carregando os seus feixes!

Glória ao Pai...

Leitura Ef 3,20-21
A Deus, que tudo pode realizar superabundantemente, e muito mais do que n√≥s pedimos ou concebemos, e cujo poder atua em n√≥s, a ele a gl√≥ria, na Igreja e em Jesus Cristo, por todas as gera√ß√Ķes, para sempre. Am√©m.

Libertai-me, ó Senhor, ó meu Deus, tende piedade!
Não junteis a minha vida à dos maus e sanguinários.

MAGNIFICAT
O Poderoso fez em mim maravilhas, e Santo é seu nome.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gera√ß√Ķes h√£o de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abra√£o e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Bendigamos a Deus, que enviou seu Filho ao mundo como Salvador e Mestre do seu povo; e peçamos humildemente:

R. Que vosso povo vos louve, Senhor!

Nós vos damos graças, Senhor, porque nos escolhestes como primícias da salvação,
‚Äď e nos chamastes para tomar parte na gl√≥ria de nosso Senhor Jesus Cristo. R.

A todos os que invocam o vosso santo nome, concedei que vivam unidos na verdade de vossa palavra,
‚Äď e sejam sempre fervorosos no vosso amor. R.

Criador de todas as coisas, vosso Filho quis trabalhar no meio de nós com suas próprias mãos;
‚Äď lembrai-vos de todos aqueles que trabalham para comer o p√£o com o suor do seu rosto. R.

Lembrai-vos também dos que se dedicam ao serviço do próximo,
‚Äď para que nem o fracasso nem a incompreens√£o dos outros os fa√ßam desistir de seus prop√≥sitos. R.

(Inten√ß√Ķes livres)

Concedei a vossa misericórdia aos nossos irmãos e irmãs falecidos,
‚Äď e n√£o os deixeis cair em poder do esp√≠rito do mal. R.

Pai nosso...

ANT√ćFONA MARIANA
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho

Evangelho segundo S. Mateus 18,15-20.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus disc√≠pulos: ¬ęSe o teu irm√£o te ofender, vai ter com ele e repreende-o a s√≥s. Se te escutar, ter√°s ganhado o teu irm√£o.
Se não te escutar, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão fique resolvida pela palavra de duas ou três testemunhas.
Mas se ele não lhes der ouvidos, comunica o caso à Igreja; e se também não der ouvidos à Igreja, considera-o como um pagão ou um publicano.
Em verdade vos digo: Tudo o que ligardes na terra será ligado no Céu; e tudo o que desligardes na terra será desligado no Céu.
Digo-vos ainda: Se dois de vós se unirem na terra para pedirem qualquer coisa, ser-lhes-á concedida por meu Pai que está nos Céus.
Na verdade, onde est√£o dois ou tr√™s reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles¬Ľ.

Newsletter
Recevez Aleteia chaque jour. Abonnez-vous gratuitement